(67) 3431-1540 - (0336) 271-016

Dicas

 

Como escolher o  revestimento ideal para sua cozinha


 
Quem está reformando ou construindo, sabe bem o que quer em cada ambiente: que tudo fique perfeito, com a sua marca em cada detalhe! Pensando nisso, se você é uma mulher ou homem que adora cozinhar, sabe que a cozinha precisa ter um cuidado todo especial para ficar linda com todos os revestimentos que você escolher.

Para o piso ou o azulejo, vamos dar algumas dicas de como você pode deixar sua cozinha maravilhosa com apenas alguns ideias práticas e legais para sua cozinha ficar perfeita em todos os sentidos. Veja como escolher o revestimento ideal para sua cozinha.
 
 

Azulejos, pedras e pastilhas de vidro
Os azulejos, as pedras e as pastilhas de vidro, são os tipos de revestimentos mais comuns usados para revestir as paredes da cozinha de sua casa. As pastilhas de vidro por exemplo, podem ser colocadas na cozinha toda ou apenas em alguns pontos como um desenho ou um revestimento básico junto com os azulejos.

O azulejo é o tipo de revestimento mais comum usado em cozinhas. As cerâmicas tanto podem ser de tamanhos pequenos como os antigos, assim como os grandes e com desenhos como os mais atuais. Os azulejos são feitos de cerâmica e assentados com argamassa própria como as cimenticolas.

A pedra, é geralmente usada em cozinhas externas pois geralmente sua cor mais escura e também seu desnivelamento natural, acaba não dando opções de uso nas paredes como por exemplo, o uso de armários planejados que para estarem fixos completamente, precisam de revestimentos lisos e uniformes.

 

Revestimento de Madeira:
O revestimento de madeira é mais comum para salas de jantares e áreas externas, mas na cozinha, este revestimento pode mudar o visual completo do cômodo e torná-lo muito mais aconchegante. O revestimento de madeira é considerado um dos mais glamourosos quando o assunto é decoração. O cuidado essencial é com os tipos de madeiras, não misturar muitas madeiras diferentes, e com as cores, para não sobrecarregar o ambiente.

 

Porque a cozinha precisa de revestimento?
A cozinha é uma área onde há muito uso de água e vapor, e portanto esses dois pontos podem comprometer com o tempo, as paredes do local. Outro ponto é que facilita a limpeza e deixa o ambiente mais claro e bonito. Por isso é importante que você faça o revestimento de sua cozinha, se não toda ela, pelo menos nas áreas molhadas como pia e em locais como fogão que com o revestimento, no caso de incêndio, propaga menos o fogo.

 

O piso tem que combinar com o revestimento da parede?

De preferência sim para haver uma harmonia visual no ambiente. Um piso de cor amarela e um revestimento roxo ficarão totalmente destoantes. Procure comprar pisos e revestimentos de parede do mesmo fabricante, pois mesmo que as cores e o modelo seja diferente, as chances de haver uma harmonia é maior.

 

 

 

Limpeza e cuidados com os Decks de madeira.


Como limpar deck de madeira

O deck exige atenção redobrada, porque a madeira tende a descolorir e sofrer mais danos do que a pedra. Mas, de modo geral, os limpadores de deck comerciais podem ser substituídos por água sanitária. Já as instruções para limpeza do deck de madeira são idênticas às instruções para limpeza do pátio. Confira, contudo, alguns cuidados adicionais:

   • Certifique-se de realinhar as tábuas que se deslocarem e troque as que estiverem deformadas. O deck fica perigoso se a madeira estiver muito danificada, e o problema pode se agravar ainda mais com o uso de produtos químicos corrosivos.
  •  Aplique verniz à madeira para protegê-la dos danos das intempéries. Borrife um pouco de água no deck para saber se ele precisa ser envernizado. Se a água for rapidamente absorvida pela madeira, então o verniz pode ser, de fato, um bom tratamento adicional.
Por ficarem expostas às condições climáticas, as pedras do quintal tendem a ficar sujas e perder a cor facilmente, por isso, é recomendável limpá-las pelo menos uma ou duas vezes por ano, de preferência na primavera ou no verão. Veja a seguir dicas de como limpar quintal e decks de madeira.

Você vai precisar de:
 •   Água sanitária ou um produto de limpeza específico para quintal.
 •  Uma mangueira comum, para jogar água no quintal antes e depois da limpeza. Ou uma mangueira de alta pressão, para remover sujeiras mais persistentes (opcional).
 •  Uma vassoura, para varrer a área antes e depois da limpeza (opcional).
 •  Uma escova resistente, para esfregar toda a área vigorosamente.
 •  Luvas grossas e óculos de proteção.

 

 

 

 _________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

5 dicas para manter o banheiro sempre limpo.


 

 
Limpeza de vaso sanitário
Sem dúvida, esta a parte mais delicada do banheiro. Nele, as bactérias vivem e se proliferam, constantemente. É preciso higienizar o vaso sanitário, para garantir a saúde de toda a família. A dica é sempre ter, em mãos, um produto que contenha cloro. Pode ser a substância pura ou a água sanitária, que tem uma porcentagem menor de cloro. Coloque um pouco do líquido, dentro do vaso e deixe agir, durante 15 ou 20 minutos. Em seguida, esfregue toda a parte interna, com uma bucha adequada. Não se pode esquecer de usar luvas e, no caso do cloro puro, máscara de proteção. Enquanto não se lava o banheiro, deve-se fazer uma solução de água e cloro, aplicando-o em toda a área da tampa do vaso, com a ajuda de um pano limpo.
 
Espelhos sempre limpos
Para conservar os espelhos, nunca deixe pingos de água parados em sua superfície. Deixe um pano de algodão dentro do armário e, sempre que usar a pia e molhar o espelho, enxugue-o. Quando se quer limpá-lo, a dica é passar um pano úmido em toda a sua superfície e, rapidamente, passar outro seco. Outra alternativa é usar vinagre, para dar brilho. Basta misturar uma xícara (chá) do produto e 3 litros de água. Em seguida, aplica-se a solução, com uma bucha ou algum tipo de spray, você deve lustrar o espelho com um pano macio ou papel toalha.
 
Banheira e Box
A limpeza do box pode ser facilitada com vinagre, também. Basta aplicá-lo, com uma esponja. Se for necessário, pode-se enxaguá-lo, em seguida. Outra forma de limpar esta parte do banheiro é com água morna e amaciante de roupas. As banheiras, por outro lado, oferecem maior resistência, na hora da retirada de manchas. Para isso, basta misturar sal e aguarrás (ou removedor) e limpá-las.
 
Torneiras
As torneiras também acumulam sujeira, especialmente as de sabonete. Tenha sempre uma escovinha (que pode ser daquelas de dentes, velhinha) e limpe-as, com sabão em pasta ou detergente.
 
Rejuntes
Estes cantinhos, entre os azulejos, costumam ficar sujos e escurecidos. Para limpá-los, use uma solução de bicarbonato de sódio, vinagre branco, água morna e amônia, em partes iguais. Aplique a mistura, espere alguns minutos e, em seguida, esfregue-os, com uma escova de cerdas firmes. Isso ajudará a limpar, também, os azulejos. Faça o procedimento a cada 15 ou 20 dias. Não se esqueça do uso de luvas de borracha.

Com estas dicas simples, o banheiro estará sempre limpo e livre de germes e bactérias.
 
 

 
 

Como faz para limpar e conservar Pisos & Revestimentos?


Dicas rápidas:

- Manchas de ferrugem: Manchas de ferrugem deixadas por algum objeto metálico geralmente saem com um pouco de limão e sal sobre o piso. Deixe a mistura em cima por algum tempo e esfregue, limpando. Mas sempre faça um teste antes, e fique perto para ver como o piso vai reagir. Em mármore, por exemplo, essa dica não é recomendada.

- Riscos de móveis: existem alguns riscos que são mais superficiais, e que há condições de limpar com um saponáceo cremoso. Geralmente sai se você esfregar, mas é importante lembrar que cada caso é um caso. É uma cadeira plástica que riscou o piso, um sapato que também pode riscar o chão. Mas às vezes você acredita que é apenas um risco e, na verdade, arranhou o esmalte do piso.

- Arranhões: já para a situação em que os riscos arrancaram partes do esmalte (proteção), aí não tem mais jeito. É preciso fazer a troca.

- Corra de algumas “limpezas”: é preciso fazer uma limpeza correta, com os produtos corretos e o piso ter qualidade. Não adianta querer um piso perfeito, se você só limpa com cloro. Esses produtos corroem o piso, ocasionando manchas amarelas. O mesmo acontece com as cerâmicas brilhosas, que muita gente compra e todo final de semana limpa com cloro. Em pouco tempo vai perder o produto e reclamar que comprou um piso que não era bom. Mas foi o excesso de cloro.